TALMIDIM 50 – SAL


“Vocês são o sal da terra; mas se o sal perder o seu sabor, como restaurá-lo? Não servirá para nada exceto para ser jogado fora, e pisado pelos homens” Mateus cap. 5 vs. 13.

Jesus desde sempre convocou seus TALMIDIM a uma revolução radical, a uma transformação e a um inconformismo sem limites.

Ele se levanta, não apenas contra toda essa opressão que Roma representava pra comunidade de Israel, não apenas contra qualquer símbolo de imperialismo de dominação, mas porque principalmente sabe que toda opressão do homem pelo homem é na verdade uma opressão das trevas contra a luz, é uma opressão do mal contra o bem, é uma opressão dos espíritos do mal contra as forças da bondade e contra a própria humanidade.

Jesus convoca seus TALMIDIM, os arranca dessa opressão, Ele chama gente que chora, Ele chama gente fraca, Ele chama gente pobre, Ele chama às pessoas que a sociedade em geral relegaria a nulidade a inutilidade.

Jesus diz, “é exatamente essa gente oprimida, fraca, empobrecida que é a alavanca de qualquer revolução”.

Jesus diz que a revolução ela vem do fraco e usa o sal como figura dessa comunidade, Jesus sabe que Deus celebrou com a comunidade de Israel um pacto de sal, uma aliança de sal.

O sal representa na comunidade ou na tradição semita todo contexto de preservação, de contenção da corrupção, de impedimento do apodrecimento e da putrefação dos alimentos e das coisas vivas, portanto, o sal é um símbolo de incorruptibilidade.

E Jesus está dizendo, “aqueles que querem cooperar para uma grande revolução do bem, a grande revolução do Reino de Deus, devem ser pessoas incorruptíveis”.

Como é que essa comunidade de Israel poderia se corromper ou se corrompeu, e como é que os TALMIDIM de Jesus poderiam ser corrompidos?

Como é que eles poderiam perder o seu sabor, ou nas palavras mais exatas, como é que poderiam enlouquecer?

O sal enlouquecido:

1° é um sal ou é uma comunidade que se anulou pelo medo e pela covardia.

Debaixo de uma opressão de um império poderoso, aqueles que são oprimidos podem se acovardar e se omitir, ou, por outro lado, podem se vender para o império e podem se vender para o poder, isso significa adesão, adesão ao mal.

Jesus está dizendo, os meus TALMIDIM em hipótese alguma poderão se acovardar, em hipótese alguma poderão aderir ao mal, deverão permanecer o sal, porque a esperança do mundo corrompido está nessa comunidade de gente que ouviu a convocação de Jesus.

A minha oração de hoje é que eu seja capaz de me manter sal.

Tendo ouvido o chamado de Jesus, que eu jamais me acovarde, que eu jamais me omita, e principalmente, que eu não venha a me conformar, a me vender e a aderir a um sistema complexo de opressão e de maldade.
E eu convido você a fazer comigo também essa oração.