Desconstruindo a dogmática - Conceito de graça






A graça anda meio sem graça nos arraiais evangélicos ultimamente! Grande parte das nossas confissões são paradoxais. As mensagens pregadas nos púlpitos contraditórias.

Ao mesmo tempo que dizem que a salvação é tão somente pela graça, apresentam um catecismo acompanhado de uma cartilha de regras.

A maneira em que o indivíduo é iniciado na fé cristã é responsável pelo espírito legalista que permeia o ambiente cristão. Herança do conceito “faça ou morra” da religião javista.

Se nos púlpitos, onde pessoas teoricamente habilitadas expõe verdadeiras aberrações teológicas, no meio musical é onde o barco afunda de vez!
Um exemplo disso é a música do cantor gospel Nani Azevedo, chamada “bendito serei”. A princípio a letra parece inofensiva, apresentando apenas o dualismo pela qual o ser humano é sujeito. Mas na verdade se trata de uma das idéias mais nocivas que existe, e que é constantemente disseminada na igreja.

Uma música com letra baseada em Deuteronômio 28, não poderia representar outra coisa, a não ser um "tiro certeiro" no conceito de graça.
Seria cômico se não fosse trágico...